Terça-feira, 1 de Novembro de 2011

"Canto Curto" com Alexandre José

 

 

Alexandre José, treinador de hóquei, dirigente e atleta do CAMIR, é a personalidade no Canto Curto.

Entrou na modalidade a convite do amigo José Martins, começando o seu percurso no hóquei através da realização de um curso de árbitros. Nele conheceu Luís Terêncio, a sua referência na arbitragem, e mais tarde foi convidado por Luís Barros para integrar a equipa técnica do CAMIR. O homem dos mil ofícios, como é conhecido, viveu os melhores momentos no hóquei como treinador e entre outras revelações, diz-nos que o ritual que tem como jogador - é guarda-redes - é bater com o stick três vezes no capacete.

Conhece o perfil de Alexandre José.

Nome: Alexandre Cardoso José

Data de nascimento e Signo: 29/10/1979, Escorpião

Profissão: Supervisor de Produção

Clube: Clube Amador de Mirandela (CAMIR)

Função no hóquei: Árbitro, treinador, dirigente e jogador

 

 

Como se interessou pelo hóquei: Entrei na modalidade a convite do meu amigo José Martins. Não a conhecia, mas sempre me interessei por desporto e na altura era juiz de atletismo, e o Zé desafiou-me a tirar o curso de árbitro. Não tinha nada a perder, e a partir da primeira sessão fiquei logo fã. Para isto também contribuiu o prelector do curso, Luís Terêncio, a minha referência na arbitragem, e com o qual nasceu uma forte amizade.

O que mais o atrai na modalidade: A liberdade que o jogo propõe ao atleta, a envolvência de toda a equipa no jogo e o controlo entre a motricidade e a emoção.

Prefere Campo ou Sala: Como árbitro e jogador, Sala. Como espectador, Campo. É uma mistura de prazeres :)

Jogador(a) de Hóquei preferido(a): A nível internacional, “Lucha” Aymar e Teun de Nooijer. Em Portugal, acho que há muito bons jogadores mas às vezes têm tanto de bom como de mau. Destaco, contudo, o Leandro Morais, o Hugo Gonçalves e o David Franco.

Melhor momento no Hóquei: Os melhores momentos na modalidade foram vividos como treinador, pois até nas lágrimas me senti feliz. Só tenho a agradecer ao Luís Barros o convite inicial, e a todos os atletas e companheiros de equipa, além da equipa feminina do CAMIR, que levarei para sempre no coração... muito obrigado equipa! Putiére...

Maior sonho para o Hóquei: Penso que precisamos evoluir em muitos campos, sendo o primeiro a mentalidade de muita gente. Somos muito pequeninos, temos muito a aprender.

Superstição ou ritual que tenha no Hóquei: Como árbitro, não tenho. Como jogador tenho um ritual que é bater três vezes com o stick no capacete. Como treinador, não digo.

 

tags:
publicado por evpa às 12:59

link do post | comentar | favorito

.participar

. participe neste blog

.pesquisar

 

.Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Luis Barros fala-nos do q...

. David Martins

. "Canto Curto" com Alexand...

. SIC faz reportagem sobre ...

. Atletismo - António Ferre...

. Sub 14 do CAMIR - Hóquei ...

. Regulamento do 7º Open Gi...

. "Canto Curto" com Ana Lui...

. Hóquei em grande

. Hóquei Sala: CAMIR no 3º ...

. CAMIR e Nelma Dias vão se...

. Hóquei: Canto Curto com L...

.arquivos

. Outubro 2013

. Março 2012

. Novembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Dezembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.as minhas fotos

.contador

blogs SAPO